MEC discute marco regulatório mais exigente para cursos de especialização

0 comentários

Abrir um curso de espelização, ou MBA, pode ficar mais difícil para as instituições de ensino, porque o Conselho Nacional de Educação (CNE) está preparando um marco regulatório para os cursos lato sensu. O objetivo é dar maior segurança para os estudantes e oferecer um mínimo de qualidade.

Uma comissão trabalha há cerca de oito meses no novo marco regulatório, que ainda passará por audiência pública antes de ser aprovado pelo MEC. Entre as mudanças, a especialização poderá ser oferecida por instituições de esino superior e pós-graduação, instituições de pesquisa científica e escolas de governo, desde que na mesma área em que as instituições atuam.

"Essa forma de especialização está fora da regulação. Para oferecer o curso, basta ser credenciada para graduação. Isso acabou por provocar uma oferta descontrolada de especialização no país. Tem instituições com um curso de graduação e oferecem 30 especializações fora da área em que atuam", explica o conselheiro da Câmara de Educação Superior do CNE Erasto Fortes.

Além dessa mudança, no caso das instituições de graduação, elas deverão ter uma nota igual ou maior que 4 nas avaliações do MEC (cujas notas vão de 1 a 5) para abrir uma especialização. Atualmente, é preciso ter uma avaliação igual ou superior a 3. As instituições deverão ter cursos reconhecidos e não apenas autorizados pela pasta. Para serem reconhecidos precisam ter cerca de dois anos de funcionamento.

Também será desenvolvido instrumento próprio de avaliação da especialização. Segundo Fortes, esse instrumento deverá se basear nos instrumentos que já existem.

A expectativa é que o marco entre em vigor no ano que vem. Outra mudança na área, essa já homologada, faltando apenas ser regulamentada pelo ministério, é a criação de um cadastro nacional dos cursos de especialização. Os cursos não registrados no MEC serão considerados cursos livres.

"Os cursos atuais terão que se enquadrar às novas normas. Ou se enquadram, ou serão considerados cursos livres", diz o conselheiro. Ele acrescenta que o objetivo é dar segurança aos alunos. "Não se pode iludir a boa fé das pessoas que vão procurar esses cursos".
As informações são da Agência Brasil.

Primeira chamada do Sisutec 2014

0 comentários

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta terça-feira, dia 25, a relação dos aprovados em primeira chamada no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). As inscrições foram realizadas de 17 a 21 de março. A lista dos aprovados pode ser consultada no site do programa. O candidato pode consultar seu resultado na opção "ver meu boletim", ou acessar as listas de aprovados nos 122 cursos disponíveis pelo filtro por instituição, local de oferta, curso e turno.

A matrícula dos convocados nesta primeira chamada começa nesta quarta (26) e termina na sexta-feira (28) na instituição de ensino onde o estudante foi aprovado. A segunda chamada está prevista para 1º de abril. 

primeira-chamada-sisutec-2014Segundo o Ministério da Educação (MEC), em balanço divulgado nesta segunda-feira (24), o programa teve 527.730 estudantes inscritos. Como cada candidato pode fazer até duas opções de curso, o total de inscrições ultrapassou a faixa de 1 milhão (foram 1.016.211 inscrições).

No total, 291.338 vagas foram disponibilizadas em 122 cursos técnicos de 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac. No caso da rede particular, se contemplado, o aluno terá bolsa de estudo. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Para concorrer, o aluno não pode ter tirado zero na redação.

Lista dos Aprovados no Sisutec 2014

0 comentários

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a lista dos estudantes aprovados em primeira chamada do Sisutec 2014 será divulgada nesta terça-feira, dia 25. Os candidatos selecionados devem efetuar suas matrículas de 26 a 28 de março. A previsão é de que a segunda chamada seja publicada no dia 01 de abril.

Nesta primeira seleção de 2014 são ofertadas 291.338 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), distribuídas em 122 cursos técnicos de 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac em várias regiões do Brasil.

A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. A condição é de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

sisutec-2014Matrículas

O candidato selecionado pelo Sisutec deverá verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para matrícula. O prazo para a realização da matrícula está definido no seu comprovante de incrição, disponível na página do Sisutec.

Auxílio para os estudantes

Conforme dispõe o parágrafo 2º do artigo 60 da Portaria MEC nº 114, de 7 de fevereiro de 2014, que alterou a Portaria MEC nº 168 de 7 de março de 2013, “Não há previsão de recursos para assistência estudantil na oferta de cursos técnicos na forma subsequente". Portanto, estudantes de cursos técnicos subsequentes – sejam de instituições privadas ou de instituições públicas – não farão jus à assistência estudantil (alimentação e transporte).

Processo seletivo Sisutec

O Sisutec realiza dois processos seletivos por ano: um no início do primeiro semestre e outro no início do segundo semestre.

Aula magna do Pronatec reúne cerca de 400 alunos em Uberaba

0 comentários

Será realizada nesta sexta-feira (21), em Uberaba, a aula magna do Pronatec/2014. O evento, que abordará temas sobre empreendedorismo, motivação e a importância da qualificação profissional, irá reunir cerca de 400 alunos dos cursos do programa do Governo Federal. O evento será às 19h, no anfiteatro do Centro Administrativo da Prefeitura. Na programação constam apresentações culturais e palestra do presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberaba, Miguel Haroldo de Faria.

De janeiro a março, a Seção de Apoio e Geração de Renda da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) registrou 700 inscrições efetivadas, e mais 690 pré-inscrições realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Para se matricular no Pronatec, basta procurar o Cras mais próximo da residência, ou pelos telefones (34) 3331-2423 ou 3331-2434.

Enem 2013: acesso ao espelho da redação ocorre a partir do dia 20

0 comentários

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou na sexta-feira, dia 07 de março, que os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 terão, a partir do dia 20 de março, acesso ao espelho das redações corrigidas. Mais de 5 milhões de candidatos fizeram o Enem em 2013 nos dias 26 e 27 de outubro.

O espelho das redação será mostrado aos estudantes mais de dois meses após a divulgação do resultado do Enem 2013 e terá caráter meramente pedagógico. Sendo assim, os estudantes não podem recorrer da nota. Vale lembrar que o MEC reverteu na Justiça todas as decisões que davam direito ao candidato de entrar com recurso contra a nota da redação.

redacao-enem-2013As redação do Enem já foram motivo de grandes polêmicas, como o caso em que um estudante inseriu um trecho de receita de macarrão no texto, ou outro que inseriu um trecho do hino do Palmeiras. De acordo com as regras aplicadas no Enem 2013, trechos indevidos na redação implicariam na eliminação do candidato.

Sobre o Enem
A nota do Enem pode ser usada para a participação em programas como o Sistema de Seleção de Unificada (SiSU) que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos. Além disso é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obtenção de bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

Prova do Enem 2014

0 comentários

Você que é estudante e tanto deseja entrar para algum curso no Ensino Superior, já é hora de se dedicar e se preparar para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio, edição 2014. O ENEM foi utilizado como forma de acesso à graduação da maioria das universidades federais em 2013 (Vestibular 2014), seja por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) ou apenas pelas notas obtidas no exame.

A grande vantagem para o estudante de prestar o Enem consiste na possibilidade de utilizar as notas em diversos processos seletivos. Assim, reduz-se significativamente os gastos para realização do processo seletivo, uma vez que o estudante poderá fazer a prova em cidades mais próximas da cidade onde reside, além do valor de inscrição do Enem ser mais barato quando comparado aos valores cobrados pelas universidades na época dos vestibulares tradicionais.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), a preparação para o Enem 2014 iniciou ainda antes de terminar o ano de 2013. A previsão é de que o calendário seja divulgado entre março e abril de 2014.

caderno-prova-enemPara a elaboração das provas do Enem 2014 o Inep anunciou algumas novidades. Entre elas, o local de elaboração das provas. O Enem será elaborado em um local com segurança reforçada. O espaço terá acesso restrito e será construído na nova sede do Inep. Quem ali entrar, passará por um scanner e será monitorado por câmeras. Além disso, a tecnologia deverá estar mais presente na preparação dos alunos. Os estudantes da rede pública terão acesso ao Geekie Lab, uma ferramenta, que disponibiliza além de questões do Enem, um plano de estudos personalizado para que o estudante supere os seus principais pontos fracos para melhorar sua nota na prova. 

A previsão é de que as inscrições para o Enem 2014 ocorram a partir de maio, assim como ocorreu ano passado, quando o valor cobrado foi de R$35,00. As provas em 2013 foram aplicadas nos dias 26 e 27 de outubro e em 2012 nos dias 3 e 4 de novembro. Como o dia 2 de novembro de 2014, domingo, é feriado (Finados) e cai em um domingo, acreditávamos que a prova do Enem 2014 pudesse ser aplicada ainda em outubro, conforme ocorreu em 2013. No entanto, a UDESC alterou a data do vestibular de verão deste ano justificando que a alteração ocorreu para não coincidir com a data da prova do Enem 2014, no dia 09 de novembro. Sendo assim, já serve como referência para os estudantes de todo o país que irão prestar o exame.

Vai prestar o Enem 2014? Uma excelente forma de se preparar é resolvendo questões já aplicadas no exame. Sendo assim, não deixe de conferir as provas do Enem dos anos anteriores.