Data provável da prova do Enem 2014

0 comentários

O Instituto Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), confirmou na última segunda-feira, dia 14 de abril, a informação da provável data da prova do Exame Nacional do Ensino Mèdio (Enem 2014). Trata-se de uma data provável, pois foi uma consulta às Universidades Federais sobre a possibilidade de realização das provas do Enem 2014 nos dias 8 e 9 de novembro. A previsão é de que o Edital do Enem 2014 saia no mês de maio com a data oficial.

enemSegundo a assessoria de imprensa, as instituições de ensino onde as provas deverão ser aplicadas já estão recebendo consulta para cessão de espaço nesta data. No entanto, a assessoria ressalta tratar-se apenas de uma consulta e que o Enem ainda não está oficialmente confirmado nessas datas. A definição deve ocorrer até o final de abril.

Enem 2013

As provas do Enem 2013 aconteceram nos dias 26 e 27 de outubro e contaram com 5.093.237 estudantes que realizaram a prova. A edição do Enem 2013 bateu recorde de número de inscritos. A divulgação dos resultados aconteceu no dia 3 de janeiro, porém apenas no dia 2 de maio os candidatos puderam acessar o espelho da redação para fins didáticos.

MEC discute marco regulatório mais exigente para cursos de especialização

0 comentários

Abrir um curso de espelização, ou MBA, pode ficar mais difícil para as instituições de ensino, porque o Conselho Nacional de Educação (CNE) está preparando um marco regulatório para os cursos lato sensu. O objetivo é dar maior segurança para os estudantes e oferecer um mínimo de qualidade.

Uma comissão trabalha há cerca de oito meses no novo marco regulatório, que ainda passará por audiência pública antes de ser aprovado pelo MEC. Entre as mudanças, a especialização poderá ser oferecida por instituições de esino superior e pós-graduação, instituições de pesquisa científica e escolas de governo, desde que na mesma área em que as instituições atuam.

"Essa forma de especialização está fora da regulação. Para oferecer o curso, basta ser credenciada para graduação. Isso acabou por provocar uma oferta descontrolada de especialização no país. Tem instituições com um curso de graduação e oferecem 30 especializações fora da área em que atuam", explica o conselheiro da Câmara de Educação Superior do CNE Erasto Fortes.

Além dessa mudança, no caso das instituições de graduação, elas deverão ter uma nota igual ou maior que 4 nas avaliações do MEC (cujas notas vão de 1 a 5) para abrir uma especialização. Atualmente, é preciso ter uma avaliação igual ou superior a 3. As instituições deverão ter cursos reconhecidos e não apenas autorizados pela pasta. Para serem reconhecidos precisam ter cerca de dois anos de funcionamento.

Também será desenvolvido instrumento próprio de avaliação da especialização. Segundo Fortes, esse instrumento deverá se basear nos instrumentos que já existem.

A expectativa é que o marco entre em vigor no ano que vem. Outra mudança na área, essa já homologada, faltando apenas ser regulamentada pelo ministério, é a criação de um cadastro nacional dos cursos de especialização. Os cursos não registrados no MEC serão considerados cursos livres.

"Os cursos atuais terão que se enquadrar às novas normas. Ou se enquadram, ou serão considerados cursos livres", diz o conselheiro. Ele acrescenta que o objetivo é dar segurança aos alunos. "Não se pode iludir a boa fé das pessoas que vão procurar esses cursos".
As informações são da Agência Brasil.

Espelho da redação do Enem 2013

0 comentários

Os espelhos das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 já podem ser acessados pelos candidatos no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). É necessário apenas que o candidato insira o número do CPF e a senha cadastrada. Quem não tem mais a senha pode recuperá-la no site. Acompanhe o passo a passo.

nota-enemDe acordo com o edital do Enem 2013, o acesso ao espelho de correção tem apenas fins didáticos, permitindo ao candidato conhecer seu desempenho em cada uma das competências avaliadas e comparar seu desempenho com o dos demais. O sistema gera um gráfico de comparação com os demais candidatos. A previsão inicial era que o espelho das redações fosse divulgado em 20 de março. O acesso às provas ocorre mais de três meses depois da divulgação do resultado do exame e terá caráter meramente pedagógico, pois os alunos não podem recorrer. O MEC reverteu na Justiça todas as decisões que davam direito ao participante entrar com recurso contra a nota da redação.

O tema da redação do Enem 2013 foi os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil. Ao todo, foram corrigidos 5.049.248 textos, de acordo com o Inep. Destes, 481 tiveram nota mil. Em branco, foram 32.991 e outros 73.751 foram anulados, totalizando 106.742 redações com nota zero.

Inep diz que Brasil tem políticas públicas para ampliar qualidade da educação

0 comentários

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Francisco Soares, disse hoje (1°), que o Brasil tem políticas públicas concretas para continuar ampliando a qualidade da educação ao comentar pesquisa divulgada hoje (1°) pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Os dados apontam que o Brasil ocupa a 38° posição entre 44 países que testaram habilidades de estudantes de 15 anos em resolver problemas de raciocínio relacionados ao cotidiano.

O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2012 mostra ainda que, no Brasil, menos de 2% dos estudantes que participaram atingiram a performance máxima na solução dos problemas. “O Pisa mostra que não estamos parados, estamos caminhando. Nos níveis 5 e 6 [níveis que medem o melhor desempenho], o Brasil tem 2% e os países mais consolidados têm 11%. Essa diferença de 2% para 11% é a menor diferença que tivemos desses países em avaliações. Vemos que temos que caminhar, mas já caminhamos também”, disse Soares.

O presidente do Inep disse ainda que o Brasil tem políticas públicas para preparar os estudantes para a solução de problemas concretos como os apresentados no Pisa, entre eles, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Com o Enem, o Brasil trouxe para seu curriculum esse tipo de demanda”, diz.

Na avaliação, os estudantes tiveram que desenvolver atividades como executar tarefas em um aparelho de MP3, usar o controle remoto de um aparelho de ar-condicionado para controlar condições de temperatura e umidade, sem instruções prévias, e simular a compra de um bilhete de trem em um teclado sensível ao toque.

Os países que lideram o ranking da OCDE são Cingapura, Coreia do Sul e Japão. As três últimas posições são ocupadas por Uruguai, Bulgária e Colômbia.
Fonte: Agência Brasil

Primeira chamada do Sisutec 2014

0 comentários

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta terça-feira, dia 25, a relação dos aprovados em primeira chamada no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). As inscrições foram realizadas de 17 a 21 de março. A lista dos aprovados pode ser consultada no site do programa. O candidato pode consultar seu resultado na opção "ver meu boletim", ou acessar as listas de aprovados nos 122 cursos disponíveis pelo filtro por instituição, local de oferta, curso e turno.

A matrícula dos convocados nesta primeira chamada começa nesta quarta (26) e termina na sexta-feira (28) na instituição de ensino onde o estudante foi aprovado. A segunda chamada está prevista para 1º de abril. 

primeira-chamada-sisutec-2014Segundo o Ministério da Educação (MEC), em balanço divulgado nesta segunda-feira (24), o programa teve 527.730 estudantes inscritos. Como cada candidato pode fazer até duas opções de curso, o total de inscrições ultrapassou a faixa de 1 milhão (foram 1.016.211 inscrições).

No total, 291.338 vagas foram disponibilizadas em 122 cursos técnicos de 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac. No caso da rede particular, se contemplado, o aluno terá bolsa de estudo. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Para concorrer, o aluno não pode ter tirado zero na redação.

Lista dos Aprovados no Sisutec 2014

0 comentários

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a lista dos estudantes aprovados em primeira chamada do Sisutec 2014 será divulgada nesta terça-feira, dia 25. Os candidatos selecionados devem efetuar suas matrículas de 26 a 28 de março. A previsão é de que a segunda chamada seja publicada no dia 01 de abril.

Nesta primeira seleção de 2014 são ofertadas 291.338 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), distribuídas em 122 cursos técnicos de 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac em várias regiões do Brasil.

A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. A condição é de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

sisutec-2014Matrículas

O candidato selecionado pelo Sisutec deverá verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para matrícula. O prazo para a realização da matrícula está definido no seu comprovante de incrição, disponível na página do Sisutec.

Auxílio para os estudantes

Conforme dispõe o parágrafo 2º do artigo 60 da Portaria MEC nº 114, de 7 de fevereiro de 2014, que alterou a Portaria MEC nº 168 de 7 de março de 2013, “Não há previsão de recursos para assistência estudantil na oferta de cursos técnicos na forma subsequente". Portanto, estudantes de cursos técnicos subsequentes – sejam de instituições privadas ou de instituições públicas – não farão jus à assistência estudantil (alimentação e transporte).

Processo seletivo Sisutec

O Sisutec realiza dois processos seletivos por ano: um no início do primeiro semestre e outro no início do segundo semestre.